Novidade na Núcleo! Nos meses de novembro e dezembro, Gabriela Munhoz, atriz lajeadense e gestora de projetos com experiência de 15 anos no meio da arte no Rio de Janeiro, traz para Lajeado duas oficinas vivenciais que unem a arte da interpretação e da performance à vida, promovendo espaços para despertar mais empatia e sensibilidade entre os participantes.

Abaixo, saiba mais sobre as oficinas, suas respectivas datas e horários. Interessados, entrem em contato conosco para se inscrever. O valor do investimento é de R$ 160,00 para os primeiros 7 inscritos, R$ 180,00 para os sete seguintes e R$ 200,00 para os demais. Corre pra garantir tua vaga pela melhor oferta!

51. 37100-2811 | 51. 9901 3153 (WHATSAPP) | nucleoc@nucleoc.com.br

 

OFICINA “TEATRO DO AFETO”

11/11/19 – 16h às 19h

Indicada para público de 10 a 14 anos, esta oficina propõe um espaço no qual a criança ou o adolescente pode se sentir seguro e cercado de afeto. O trabalho se dá através de jogos colaborativos baseados numa pedagogia de cooperação e não de competitividade. Aguçar a criatividade, a experimentação, a sensibilidade, a troca de afetos, a espontaneidade, os movimentos e reflexões sobre o corpo e a subjetividade de cada um. Vamos contar historias e viver historias, num espaço e tempo no qual pode-se, juntos, criar um mundo de vidas e sensações. Só temos uma regrinha: meu espaço singular é também um espaço coletivo. Então a nossa base é o respeito.

Vamos observar, dialogar e enxergar as diferenças que temos. Que cada um tem. E vamos abraçá-las com empatia e afeto. Essa é a função mágica do teatro: AGREGAR. O Teatro existe para, entre tantas coisas, AGREGAR. Nesse tempo em que esse verbo é tão necessário. Esse é o nosso desafio e a nossa busca.

 

OFICINA “CONVITE À EMPATIA”

12/11/19 – 19h às 22h

Indicada para adultos, de áreas e interesses variados, que tenham vontade de experimentar a arte e a empatia para potencializar suas relações – consigo, com o outro, com o coletivo. Não é necessária nenhuma experiência anterior, nenhum pré requisito. Vivemos em um espaço-tempo marcado pela velocidade, pela dispersão e profusão de informações e dados, pelo excesso de interações que cresce exponencialmente a cada tempo. A vida se torna veloz, efêmera e volátil. Em meio a esse contexto, perde-se a experiência da história, a lentidão, a captura do olhar, a atenção, o tempo da vida vivida. A experiência – jogada a níveis e velocidades absurdas – é reduzida ao mínimo de sentido, ou ao sentido do instante, o que talvez corresponda a uma ausência da experiência. E, quem sabe, a uma dificuldade de aproveitar um estado de presença junto ao coletivo. Amigos, família, colegas (…).

Baseada nessa inquietação, essa oficina propõe através de exercícios ligados à arte dramática, a busca por estimular as pessoas a se escutarem, observarem-se, perceberem-se, para que através dessas experimentações e desse estado de prontidão e de busca por uma qualidade de presença, elas possam se abrir, de modo mais sensível, ao outro. E, acredita-se, nessa observação e conexão generosa com o outro que resgatamos a empatia, o afeto, a atenção, o senso de prontidão coletiva. O mundo profissional nos exige produtividade, e nos faz, por vezes, esquecer que é preciso reaprender a capacidade de atenção às coisas mínimas e sensíveis para que não sejamos arrastados por este tsunami de deslocamentos chamado contemporâneo.

 

51. 37100-2811 | 51. 9901 3153 (WHATSAPP) | nucleoc@nucleoc.com.br

Iniciamos o ano lançando o Calendário de Cursos 2019!

Deixe uma resposta