Hoje o estresse está entre um dos maiores vilões da saúde mundial. Mas você sabe porque ele deixou de ser um salva vidas para se tornar um vilão?

O estresse na verdade é uma reação completamente natural do nosso corpo. Quando detectamos de forma inconsciente a presença de alguma ameaça iminente ou perigo o nosso corpo ativa seu sistema de luta ou fuga, que pode ter seu ponto inicial no estresse.

Nosso cérebro envia ao nosso corpo sinais através da liberação hormonal, assim a visão fica aguçada, o coração pulsa mais rápido, as artérias se contraem para fornecer mais sangue para corrente sanguínea e podermos ser mais velozes, nossos locais de armazenamento de gordura liberam essa energia armazenada para termos mais força, o sistema imunológico, digestivo, reprodutor param, pois são menos importantes que fugir do inimigo que nosso cérebro detectou. Se olharmos um animal em fuga de um predador podemos entender a grande importância na função do estresse em seu organismo, pois o que descrevemos acima pode garantir sua sobrevivência. 

Mas o que acontece se vivermos sob estresse constante? Será que é algo útil para nós como para os animais em fuga? A resposta é não. Com o tempo seu organismo passa a entupir as veias de sangue causando derrames, acidentes vasculares e cardiovasculares, pressão alta, acúmulo de gordura corporal para ter mais energia, baixa no sistema imunológico que não para por completo, mas deixa de ser essencial, insônia pelo estado de vigília e outras doenças mais recorrentes. Além disso há liberação de alguns hormônios que atacam os cromossomos no DNA responsáveis pela regeneração celular, podendo o estresse crônico envelhecer fisicamente 5 anos em uma pessoa a cada 1 ano temporal que passa.

Mas se não estamos mais vivendo como animais sendo caçados por predadores, por que nosso organismo ativa a função de luta ou fuga? O Estresse é a resposta. Não passar em uma prova pode ser importante, então você fica estressado para estudar ou fazer a prova. Perder o emprego pode significar muito, então você se estressa pra dar conta de tudo o que seu chefe pede. Brigar com uma pessoa que você gosta pode doer, então você está estressado porque quer resolver as coisas; assim como outros acontecimentos que fazem parte de nossa vida cotidiana e são vistos como ameaças, como algo muito importante, e que trazem principalmente medo, então gerando estresse e ativando o sistema de luta ou fuga.

A forma de contornar tudo isso é aprender a lidar com as situações de modo diferente e não deixar que os nossos leões diários nos inflijam tanto medo. Desta maneira vamos sobreviver a selva que a nossa própria mente inventa, desvendando a nós mesmos.

 


 

Carolina Sofia Werle

Psicóloga graduada pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Especialista em Gestão e Docência de Ensino (La Salle) e Mestranda em Psicologia Social e Institucional (UFRGS). Possui experiência de 4 anos como professora de Yoga e Meditação com técnicas desenvolvidas na Nova Zelândia. Realiza atendimento em Mindfulness para crianças, jovens e adultos.

Yoga não é só exercícios.

Deixe uma resposta